terça-feira, 3 de março de 2015

Mulher em uma profissão que merece respeito.

Olá pessoal! Preparados para mais um post do nosso blog?
Dia 8 de março, dia internacional da mulher, e é para você mulher que dedicamos este post de hoje.

Mulheres guerreiras que cada vez mais estão ocupando cargos que muitas vezes diziam que eram de homens, como construção civil, hidráulica, pintoras, engenheiras, mecânicas, etc.
Todos sabem que além de ter uma profissão, a mulher muitas vezes tem um papel em casa muito importante, pois assim que chega do trabalho, é ela que tem que cuidar da casa, dos filhos, etc.



Vamos hoje falar de uma profissão que muitas mulheres estão seguindo no mercado de trabalho, que é a construção civil.

Já foi o tempo em que lugar de mulher era na cozinha, agora, elas também botam a mão na massa na construção civil. Segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mais de cinco milhões de pessoas estavam empregadas na construção civil em 2006, sendo que 172 mil vagas eram ocupadas por mulheres.

Vocês se lembram da Pereirão da novela Fina Estampa que foi exibida no horário nobre da globo em 2012? A atriz interpretada pela Lilian Cabral, a Griselda era uma “marida de aluguel”, que fazia de tudo para criar os seus filhos sozinha. Griselda conserta de tudo um pouco, desde trocar pneus a mexer com eletricidade, ou reparos em eletrodomésticos, fazendo pequenos serviços de casa em casa, sempre usando um macacão de oficina. Era conhecida como 'Marido de Aluguel' ou 'Pereirão' por seus serviços.

Lembrou? Existem muitas mulheres assim no dia-a-dia, que dão duro para criar seus filhos e fazem isso com muito amor. Isso é ser mulher, ter amor e tudo que faz, e fazem direito. Muitos dizem que até melhores do que muitos homens, muitos dizem que elas são mais organizadas e desperdiçam menos na hora do serviço.

Vamos falar então das profissionais na área de construção civil, que até hoje sofrem com descriminação por parte de não apenas dos homens, mais também das mulheres, que dizem que este tipo de serviço é para homens.



Muitas mulheres estão investindo em cursos de qualificação nas funções de ajudante, pedreira, carpinteira e pintora. Até a área de hidráulica já tem encanadoras.

Há mais vagas para mulheres nas regiões Sudeste e Sul. Quem deseja ingressar nesse mercado pode procurar os cursos oferecidos pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ou mesmo por entidades assistenciais, como ONGs (organizações não-governamentais). Poucas construtoras oferecem cursos de qualificação profissional para mulheres, mas se ela já tiver feito um curso tem grande chance de ser contratada.


Seja na construção civil, seja na hidráulica, na elétrica, na arquitetura, na marcenaria, na engenharia ou até mesmo nos escritórios, sala de aula, aonde for, as mulheres estão trabalhando, e conquistando o seu espaço no mercado.
Parabéns mulheres guerreiras. Feliz dia da mulher.

E continue contando conosco sempre que precisar.

Fontes: Globo.com | Equipe de Obra 

Nenhum comentário:

Postar um comentário