terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Truques para acabar com a bagunça na cozinha


Manter a cozinha em ordem não é apenas uma questão estética, mas também de facilidade de uso, conforto e higiene. Além disso, o hábito de categorizar utensílios e mantimentos torna as experiências culinárias menos bagunçadas e mais fluidas, podendo até mesmo motivar o preparo de nossas próprias refeições. Para isso, não é necessário fazer grandes investimentos – bastam cinco dicas-chave sobre como organizar o cômodo mais integrador e saboroso da casa. Conheça os truques:

LOUÇAS AO ALCANCE DOS OLHOS
Copos, xícaras e taças são usados diariamente e precisam ser guardados com delicadeza, pois quebram facilmente. A dica é organizar esses itens de acordo com seus tamanhos, colocando os maiores para o fundo e os menores para a frente – assim, quando abrir os armários terá uma visão panorâmica de toda a louça. Outras soluções eficientes são suporte para taças (fixado em uma prateleira do armário) ou porta-xícaras com ganchos(pode ser instalado tanto no interior ou exterior do mobiliário quanto na parede sobre a bancada).

Quanto aos pratos, o segredo é agrupar as peças semelhantes. Por exemplo: pratos de sopa com pratos de sopa, pratos de sobremesa com pratos de sobremesa. Se necessário empilhar, organize os maiores mais embaixo e os menores mais em cima, sempre evitando acumular muitos na mesma pilha.

TALHERES E UTENSÍLIOS SEM CONFUSÃO
Muitas pessoas têm mais de um conjunto de talheres, como para uso diário, para churrasco e para ocasiões especiais – mas deixá-los todos juntos só gera confusão. Portanto, conserve os talheres mais utilizados em um local de fácil acesso, preferencialmente na primeira gaveta da bancada. Os demais podem ser acondicionados nas gavetas inferiores, dentro de caixas organizadoras devidamente identificadas.
Quem gosta de cozinhar geralmente possui vários modelos de panelas, caçarolas, formas e travessas. Para evitar o transtorno de não encontrar a tampa de cada utensílio quando mais precisa, vale recorrer a acessórios organizadores para mobiliário. Os modelos mais práticos são acoplados no interior de gavetas ou fixados em aéreos componíveis no interior do móvel.

MANTIMENTOS BEM CONSERVADOS
Guardar os mantimentos no local correto é vantagem para a organização da cozinha, para as propriedades nutricionais dos alimentos e para a saúde dos consumidores. Por isso, é muito importante estar atento às indicações de conservação de cada produto e armazená-los nos locais apropriados. Na geladeira, nos armários ou na prateleira, o ideal é separar os itens por categorias, como por exemplo: setor de enlatados e conservas; seção de farináceos; adega para garrafas; área de frutas e legumes; suporte para condimentos e assim por diante.

LIBERDADE NA BANCADA
Que tal otimizar o espaço disponível sobre a bancada? Esse simples hábito oferece mais mobilidade a quem prepara as refeições e reforça a sensação de organização e higiene no cômodo – valorizando o décor. Existem acessórios que conseguem desempenhar muito bem esse papel em diversos estilos de projeto, como escorredor de louças para gavetas ou armários (ideal para quem quer ocultar os utensílios) ou escorredor aéreo componível(perfeito para cozinhas compactas).

Já as lixeiras de bancada podem ser substituídas por um modelo suspenso (vale escolher uma lixeira suspensa com acionamento por toque de tampa click, garantindo ainda mais higiene e praticidade).

O HÁBITO COMPENSA
Incluir pequenos cuidados de organização na cozinha reflete diretamente na praticidade da rotina. Com tudo no seu devido lugar, os moradores conseguem usar melhor seu tempo para preparar as receitas e limpar os utensílios sem transtornos – é uma questão de hábito, mas que compensa.



Precisou de aramados? #NaKausbenTem

Fonte: Blog Masutti

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Diferenças entre as fitas de borda para MDF

Mais do que simplesmente dar o acabamento ao móvel e evitar que o miolo da madeira fique aparente, atualmente a fita de borda se tornou um elemento essencial. Devido as suas características físicas e mecânicas, são vários os tipos disponíveis no mercado. Assim como seu efeito de design e estética, que agrega valor ao mobiliário.

Fitas de Borda Melamina



Fitas de Borda Melamina, com resina melamínica impregnada dentro do papel, o que torna o produto “monocapa”. Por essa razão se obtém alta flexibilidade, o que não causa retrabalho após colagem. A boa performance e alta qualidade desse produto, o classifica como o mais bem aprovado a nível mundial.

Fitas de Borda PVC




Fitas de Borda PVC para colagens com excelente acabamento. Devido a sua alta qualidade, é um produto que não descolora com o passar do tempo. A composição especial destas fitas proporciona boa resistência ao calor da cola no ato da colagem.

Fitas de Borda ABS




Fitas de Borda ABS para colagens com excelente acabamento. Devido a sua alta qualidade, é um produto que não descolora com o passar do tempo. A composição especial destas fitas tem boa resistência ao calor da cola no ato da colagem e agrega maior valor ao seu móvel.



Precisou de fitas de borda? #NaKausbenTem Consulte os nosso vendedores os modelos, cores e tamanhos disponíveis. 



Fonte: | Francimar

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

É hora de fazer economia com a lavadora de alta pressão RE 98


Para a limpeza de carros, escadas, terraços, jardins, muros, fachadas, ruas, telhados, equipamentos, entre muitos outros serviços, nada como contar com um aparelho que oferece economia de tempo e de dinheiro, certo? Para esses casos, aposte na lavadora de alta pressão STIHL RE 98.
Mais econômica do que a mangueira, esta lavadora é fácil e prática de guardar, além de ter fácil manutenção.
Dados técnicos:
  • Potência: 1.4-1.7 kW
  • Mangueira alta pressão: 6m
  • Vazão máxima de água: 405-440l/h
  • Peso: 15.6 kg
Itens de série:
  • Acoplamento da mangueira anti torção: permite um trabalho confortável e evita que a mangueira seja danificada por causa da torção.
  • Pistola com acoplamento por encaixe: permite que o usuário encontre a melhor posição durante o trabalho.
  • Sistema de engate rápido para troca dos bicos: garante maior agilidade ao trabalho.
  • Armazenagem de acessórios: lança, cabo, mangueira e outros acessórios podem ser armazenados de maneira prática e com fácil acesso.

Gostou? #NaKausbenTem

✔️ Rua Sete de Abril, Nº 601 - Petrópolis/RJ
📞 (24) 2231-6644
📱 WhatsApp: (24) 97402-4777







Fonte: Blog Stihl

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Conheça a versatilidade das estantes componíveis



Existe uma tendência que veio para ficar em projetos de arquitetura, especialmente no mobiliário: versatilidade. Cada vez mais as pessoas querem usufruir a liberdade de poder compor a decoração dos cômodos de acordo com seu estilo e, principalmente, suas necessidades. Portanto, optar por estantes componíveis de ferro e madeira é uma ótima solução para levar usabilidade e beleza aos ambientes sem gastar muito – sejam eles residenciais ou corporativos. Saiba mais sobre esse truque curinga no décor:

Divisor de ambientes
Cômodos integrados são bastante comuns em imóveis modernos, mas nem sempre queremos a sensação de completa unidade. Engana-se quem pensa que a única alternativa é erguer uma parede para separar os ambientes, pois as estantes componíveis podem desempenhar essa função sem pesar a decoração.

Ao dividir sala e cozinha, por exemplo, a estante componível pode mesclar o armazenamento de alguns utensílios de um lado e objetos decorativos de outro – ou, se você prefere neutralidade, aposte em itens como livros, luminárias, plantas e bibelôs.

Armazenamento personalizado
Um dos principais atributos desse tipo de mobília é poder personalizar sua composição, formando nichos com diferentes tamanhos. Assim, você pode criar um hack, aparador, prateleira aérea ou mesmo estante vertical. Essa proposta fica super elegante e moderna em escritórios.

Faça você mesmo
Você é adepto do ‘faça você mesmo’? Então esse modelo de móvel é ideal para você colocar a criatividade em prática. Alguns modelos têm instalação simples e intuitiva, com a utilização de parafusos fixados à parede, em furações já pré-definidas, ou seja, é muito simples realizar as próprias furações, criar fundos recuados, encaixar nichos e módulos fechados, utilizar as estruturas como divisor de ambientes, etc.

Para ter ainda mais liberdade de escolha, prefira uma marca que possa ter as prateleiras fixadas com fita dupla face, permitindo a aplicação dos mais variados materiais (chapas, vidro, acrílico, metal). Importante: sempre respeite as espessuras indicadas, assim como sua capacidade de carga.



Gostou? #ConsulteNossosVendedores #ProdutoSobEncomenda #NaKausbenTem

✔️ Rua Sete de Abril, Nº 601 - Petrópolis/RJ
📞 (24) 2231-6644
📱 WhatsApp: (24) 97402-4777





Fonte: | Blog Masutti Copat | 

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

APRESENTAMOS A COR DO ANO PANTONE 2019

PANTONE 16-1546 Living Coral

Animado e cheio de vida, um coral com "undertone" dourado que energiza e vivifica numa pegada suave.



Vibrante e suave também, Living Coral nos acolhe com sua aura cálida e nutritiva, flutuando e reconfortando num ambiente em constante transformação.
Reagindo às investidas devastadoras da tecnologia digital e a consolidação da midia social em nossas vidas cotidianas, passamos a procurar experiencias autenticas e imersivas que permitem a conectividade e a intimidade. Sociável e espirituoso, a natureza envolvente do PANTONE Living Coral 16-1546, nos acolhe e nos encoraja a ter atitudes espontâneas. Simbolizando a busca inata pela alegria e a necessidade por otimismo, Pantone Living Coral 16-1546 corporifica nosso desejo por se expressar se divertindo.
Representando esta fusão que ocorre na vida moderna, Pantone Living Coral é uma cor nutriente que habita em nosso ambiente natural e ao mesmo tempo, em simultaneidade, está presente de forma brilhante na midia social.

“Cor é esta lente que equaliza as experiências das duas realidades, digital e natural, o que é mais verdadeiro ainda para Living Coral. Consumidores que anseiam por interações humanas e conectividade social, encontram nas qualidades humanas e agradáveis da convivial PANTONE Living Coral, uma resposta perfeita.”
– Leatrice EisemanDIRETORA EXECUTIVA DO PANTONE COLOR INSTITUTE



Living Coral irradia familiaridade e vida, assim como a encontramos na natureza, onde fica bem escondida, por baixo de todo um oceano, mas é esta cor vivificante e energizante que enfeitiça o nosso olhar e nossa mente. Colocada no centro de nosso ecossistema naturalmente vívido e cromático, Pantone Living Coral evoca um caleidoscópio de cores diversas que são resguardadas pelas paredes de corais.


Sobre a Cor do Ano Pantone


Por 20 anos a Cor do Ano Pantone influenciou a criação de produtos e decisões por compras em múltiplas industrias, incluindo a da moda, movelaria e interiores, o design industrial, assim como design de produto, embalagem e design gráfico.
A escolha da Cor do Ano é um processo que requer decisões muito ponderadas e uma análise de tendências consistente. Para chegar à decisão a cada ano, os experts em cores do Pantone Color Institute analisam detalhadamente o mundo inteiro procurando por novas influências de cores. Esta pesquisa pode incluir a indústria do entretenimento e filmes ainda em produção, exposições de artes famosas viajando pelo mundo, destinos populares de viagens, como novos lifestyles, novos “playstyles” e as condições socioeconômicas do mundo todo. As influências também podem surgir de novas tecnologias, novas matérias primas, texturas e efeitos que impactam na cor, plataformas relevantes de mídias sociais e mesmo eventos esportivos emergentes que provocarão a atenção mundial.


Sobre o Pantone Color Institute™

O Pantone Color Institute™ é a unidade comercial da Pantone que revela as cores tops dos designers em desfiles internacionais, lança tendências globais de cores, presta consultorias de cores para lançamentos de produtos e aconselhamento sobre identidade visual de marca. Através de estudos de tendências antecipados e sazonais, a psicologia da cor e a consultoria “consultativa” de cores, o Pantone Color Institute™ tem parcerias com marcas globais para trabalhar o poder, a psicologia e a emoção da cor na sua estratégia de design.



Ideias para se inspirar com a cor Pantone Living Coral











Inovação? #NaKausbenTem #Vem2019

Fonte: | Pantone |

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

DICAS DE SEGURANÇA PARA A SUA MÁQUINA DE SOLDA

Mais perigoso que a maioria dos trabalhos na indústria, a soldagem envolve muito mais que apenas calor. Por estar presente durante o processo de solda, o soldador deve se proteger dos fumos de soldagem expelidos, dos ruídos, choques elétricos, incêndios, explosões, alta luminosidade e até mesmo da radiação.
Portanto, é essencial que o soldador seja, além de preparado e especializado, também conhecedor das medidas que vão garantir sua segurança e a boa manutenção do sua máquina de solda.
Aqui, vamos listar algumas dicas preciosas para que a soldagem ocorra com segurança, tanto para trabalhadores da indústria como para soldadores ocasionais. Confira:

Medidas de segurança para o uso da máquina de solda



Primeiro de tudo, é vital que se use EPIs (Equipamento de Proteção Individual).
Por conta dos perigos que permeiam toda ação da soldagem, nenhuma parte do corpo do profissional pode ficar desprotegida. Os riscos de queimaduras pelo calor ou por materiais expelidos da poça de fusão.
Além disso, o arco elétrico gerado é extremamente nocivo para olhos desprotegidos. A pele descoberta também pode sofrer com queimaduras e, se por um longo prazo não houver proteção, até mesmo câncer de pele.
Soldadores devem se atentar aos perigos e usar os EPIs recomendados:
  • Avental.
  • Touca.
  • Roupa com mangas longas.
  • Proteção para pernas (polainas, por exemplo).
  • Luvas longas.
  • Óculos de proteção.
  • Botas de segurança com solado isolante e bico de aço.
  • Máscara de proteção com lentes na tonalidade correta e necessária.
  • Protetores auriculares.
Os primeiros itens, se fabricados em couro ou raspa de couro, são uma excelente e segura escolha.
Importante ressaltar que todo EPI deve acompanhar o selo CA (Certificado de Aprovação), emitido pelo Ministério do Trabalho e Emprego e que garante que o EPI é funcional e confiável.
Porém, além dos EPIs, também é necessário se atentar aos EPCs ou Equipamento de Proteção Coletiva. São ele que garantem um bom ambiente de trabalho, a integridade da máquina de solda e, acima de tudo, a sua.
  • Extintores de incêndio a uma distância segura do local de solda.
  • Sistema de extração de gases.
  • Ventilação adequada e projetada, que não prejudicam a soldagem, mas limpam o ar.
  • Cortinas para solda.

O que fazer e o que não fazer no processo de soldagem



Ao trabalhar com uma máquina de solda, talvez a rotina ou a confiança façam o profissional ignorar algumas das proteções. Essa é uma prática extremamente perigosa.
A soldagem é um trabalho suscetível às condições do ar, dos arredores, da equipe de trabalho e dos materiais. Se houver alguma anomalia, a omissão da segurança pode custar caro.
Sabendo disso, o profissional que lida com uma máquina de solda deve saber de algumas coisas a se evitar durante o trabalho.
Para os que usam lente de contato, é importante tirá-las antes de começar a soldar. A radiação infravermelha é capaz de aquecer o líquido dos olhos, o que pode fundir a lente na retina e causar uma lesão grave.
Por trabalhar com fontes de energia de baixas tensões e altas intensidades, a energia elétrica utilizada ao trabalhar com uma máquina de solda deve ser bem administrada para que não haja uma descarga elétrica no profissional.
Portanto, fique esperto com as condições dos cabos e conectores das máquinas de solda, que além de perigosos também prejudicam a solda. Procure limpá-los sempre que der e fazer isso em ambientes secos.
Aqui os EPIs, especialmente a roupa de raspa de couro, fazem toda a diferença. Com eles, o profissional tem certo isolamento, que o protege de ocasionais circuitos fechados que poderiam ocorrer caso tocasse na bancada de trabalho desprotegido.
Por último, uma dica que pode prevenir incêndios ou ocasiões relacionadas ao fogo: algumas empresas, receosas pelo cuidado com suas máquinas de solda e com a saúde do profissional, desenvolveram uma técnica de cuidado que exige cinco passos.
  • Remover todos os combustíveis e líquidos inflamáveis da área de trabalho da soldagem e de perto da máquina de solda.
  • Vedar aberturas em pisos ou paredes para que fagulhas não escapem ou acumulem e comecem um incêndio.
  • Cobrir máquinas, equipamentos e ferramentas que não podem ser removidas e que apresentam perigo de sofrerem com o calor da solda, as fagulhas e etc.
  • Manter extintores próximos e estar atento às classes de cada um e sua aplicabilidade conforme o risco de cada área de trabalho e material usado.
  • Estar vigilante aos quatro passos anteriores. Fazer o double-check (revisar o que foi feito para ter certeza que não deixou nenhum detalhe passar) e ficar atento às condições de cada trabalho.
Parece um tanto complicado de início, mas não é difícil de incorporar na rotina estes cuidados básicos e necessários. Assim, além de segurança, o profissional aproveita melhor o potencial de sua máquina de solda, aumenta a vida útil do equipamento e mantém a qualidade no trabalho.


Ficou alguma dúvida sobre máquinas de solda, cuidados específicos ou aplicações que lhe interessam? Deixe um comentário que logo lhe responderemos! Se gostou das dicas ou tem alguma experiência ou cuidado a mais a compartilhar, comente também!

Precisou de Máquinas de Solda ou EPI? #NaKausbenTem
✔️ Rua Sete de Abril, Nº 601 - Petrópolis/RJ
📞 (24) 2231-6644
📱 WhatsApp: (24) 97402-4777

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Passo a passo: como afiar a corrente da sua motosserra STIHL

Dúvidas sobre afiação de correntes de motosserras STIHL? Assista ao vídeo e confira o processo passo a passo.



Antes de iniciar a afiação, limpe a corrente da motosserra com uma escova de aço e verifique se a corrente possui algum dano. Se houver, procure uma assistência técnica para reparo ou substitua-a imediatamente.
Para começar, localize o menor dente da corrente, de preferência utilizando um paquímetro. Este será o dente de tamanho padrão para a afiação dos demais.
Tensione a corrente além do normal de trabalho para evitar que o dente se movimente durante a afiação.
Em seguida, posicione a lima em um ângulo de 30º em relação ao sentido da corrente e de 90º em relação ao sabre, tomando cuidado para alinhar a corrente à marca no gabarito.
Afie o dente com movimento sempre de dentro para fora e no mesmo sentido, girando a lima regularmente para evitar que ela desgaste em apenas um dos lados.
Agora, utilizando um gabarito, verifique a altura do limitador de profundidade.
Para isso, coloque o gabarito sobre a corrente e observe se o limitador de profundidade está acima do gabarito.
Caso ele esteja, ajuste com uma lima chata até a altura indicada no gabarito.
Por fim, não esqueça de reajustar o tensionamento correto da corrente.
O tensionamento influencia na durabilidade do conjunto de corte e, por isso, é importante que você verifique e ajuste a corrente periodicamente.


Precisou de motosserras? #NaKausbenTem

✔️ Rua Sete de Abril, Nº 601 - Petrópolis/RJ
📞 (24) 2231-6644
📱 WhatsApp: (24) 97402-4777


Fonte: Blog Stihl